Alojamento Estudantil - Ensino Superior 2021/22

Os dados disponibilizados pelo índice de preços do alojamento estudantil em Portugal, cujo relatório é divulgado pelo  Observatório do Alojamento Estudantil desde 1 de setembro, identificam, à data de 3 de setembro, cerca de 9.600 quartos disponíveis em todo o país, com preço médio nacional de 267€ por quarto, o que representa uma redução de cerca 1.4% do preço médio face ao início do ano – particularmente expressiva na zona de Lisboa (variação de -6%) e Madeira (variação de -14,2%).

Esta nova ferramenta disponibilizada mensalmente pelo Observatório do Alojamento Estudantil visa aferir com precisão a variação dos preços de habitação estudantil e proceder à sua ampla divulgação, contribuindo assim para a regulação e transparência do mercado privado de arrendamento para estudantes.
 
O Observatório do Alojamento Estudantil é uma plataforma digital e acessível ao público que identifica diariamente a oferta privada de alojamento para estudantes, as zonas onde os estudantes de ensino superior estão alojados e as rendas praticadas a nível nacional, assim como o nível de ocupação e a evolução da oferta pública de camas em residências para estudantes.
 
Estão ainda em preparação os Avisos para manifestações de interesse para financiamento da execução e reforço do PNAES, designadamente para a construção, adaptação e renovação de residências de estudantes, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência.
 
Foi ainda renovada a parceria estratégica com o sector do turismo, no seguimento dos acordos assinados em 2020/2021 com as estruturas representativas do setor e a Movijovem. Perspetiva-se que a oferta de camas por parte das unidades de hotelaria acompanhe a procura que se venha a verificar.
 
Os complementos de bolsa de estudo atribuídos variam entre os 77€ (mensalidade em residência de estudantes) e os 219€ (complemento mensal fixado para suportar os custos com alojamento fora de residência. Este valor é ainda majorado nas localidades onde a pressão imobiliária mais se faz sentir designadamente em Lisboa e no porto, onde atinge um montante de 285€ e 263€ respetivamente).
 

As medidas de prevenção e controlo a adotar para minimizar o risco de infeção por SARS-CoV-2 nas instituições de ensino superior, incluindo residências de estudantes, podem ser consultadas aqui.

Relatório do Índice de Preços Sobre o Alojamento Estudantil em Portugal (atualização permanente)

        
 
 
O Observatório do Alojamento Estudantil é uma plataforma digital e acessível ao público que identifica diariamente a oferta privada de alojamento para estudantes, as zonas onde os estudantes de ensino superior estão alojados e as rendas praticadas a nível nacional, assim como o nível de ocupação e a evolução da oferta pública de camas em residências para estudantes, e o Índice mensal de preços do alojamento estudantil, que visa aferir com precisão a variação dos preços de habitação estudantil e o universo de quartos disponíveis, procedendo à respetiva ampla divulgação e contribuindo para a regulação e transparência do mercado privado de arrendamento para estudantes.
 
Esta análise da oferta privada de alojamento é realizada através da recolha de fontes públicas de informação, designadamente portais imobiliários e sites de agências do setor, agregando dados de mais de 20 plataformas distintas. Para esta análise são monitorizados mais de 100 mil anúncios de quartos/apartamentos destinados a estudantes, sendo recolhida e tratada toda a informação do anúncio. Simultaneamente é apresentada a rede de residências públicas de estudantes, que engloba mais de 15 mil camas.
 
O cálculo das estatísticas apresentadas é feito através de um processo encadeado de operações de modo a assegurar a melhor aproximação matemática dos valores reais de mercado.
 
Relatórios:
 
 

 

 

 

 

Atualização do Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior

 

Veja aqui os dados do Acompanhamento da Execução do Plano Nacional para Alojamento no Ensino Superior (atualizado em 30 de setembro de 2021)
 
 
 
 

Protocolos de Alojamento

  

 

Para o ano letivo de 2021-2022, são disponibilizadas para estudantes do ensino superior, por todo o país, camas através de pousadas, hotéis, hostels e alojamento local.
Esta possibilidade resulta da renovação dos acordos estabelecidos em 2020/2021 com o setor do Turismo, os quais permitem disponibilizar alojamentos para os estudantes em condições de conforto, qualidade e segurança.